Artigos

Cuba-Brasil, 25 anos do reatamento

Beto Almeida Publicado em 29.06.2011

Com financiamento do BNDES, constrói-se o Porto de Mariel, decisivo no fortalecimento econômico de Cuba. Será o maior porto do Caribe. Na prática, empresas brasileiras furam o bloqueio à Ilha. Em outro projeto, Brasil e Cuba estão cooperando na produção de vacinas para a África.

Neste mês de junho, completam-se 25 anos do reatamento das relações entre Brasil e Cuba. Era Sarney o presidente. A ruptura veio no golpe de 64. Sob a ditadura muitos trabalharam para pavimentar o caminho da retomada. Chico Buarque, o jornalista Fernando Moraes com o seu livro “A ilha”, a imprensa alternativa e de esquerda, Frei Betto e Frei Boff e tantos que fizeram um trabalho anônimo para que hoje Brasil e Cuba tenham as excelentes relações que possuem, Mas, podem expandir-se

Há uma nova situação política na região, que pode ser melhor aproveitada pela Solidariedade a Cuba, que também neste mês de junho, realiza sua Convenção Nacional. Para além de todas as bandeiras históricas já defendidas, há imensas possibilidades de ampliar e qualificar as relações bilaterais Brasil e Cuba, que neste momento já cooperam em programas importantíssimos.

Com financiamento do BNDES, constrói-se o Porto de Mariel, decisivo no fortalecimento econômico de Cuba. Será o maior porto do Caribe. Na prática, empresas brasileiras furam o bloqueio à Ilha. Em outro projeto, Brasil e Cuba estão cooperando na produção de vacinas para a África, inclusive na especialização de médicos timorenses formados em Cuba que passam pela Fiocruz antes da volta ao Timor.

Para citar mais um, Cuba e Brasil estão cooperando também no sistema de saúde do Haiti, com financiamento brasileiro de 80 milhões de dólares, mais pessoal e tecnologia. Eis porque Fidel, visionário, declarou em encontro internacional, em 2005, preferir soldados brasileiros a marines dos EUA no Haiti. Como indica o raciocínio de Castro, a cooperação Brasil-Cuba é estratégica para muitos povos. E pode ser qualificada com mecanismos de cooperação melhor trabalhados. Exemplo: na área da informação, colocando-se em prática o convênio da EBC com a Prensa Latina e a Telesur, para que o povo brasileiro escape do bloqueio informativo de que padece sobre as conquistas sociais da Ilha.


_____________

Jornalista, Membro da Junta Diretiva da Telesur

Fonte: Carta Maior