Notícias

Homenagem a um bravo combatente comunista

Luciana Santos Publicado em 20.10.2020

A presidenta Nacional do Partido Comunista do Brasil, Luciana Santos, divulga nota de pesar e homenagem ao militante comunista Carlos Valadares, que faleceu nesta terça-feira, 20/10, vítima de câncer.

Carlos Valadares Foto: Arquivo

A simplicidade, a solidariedade e a determinação revolucionária foram as marcas do generoso militante comunista Carlos Valadares, que faleceu hoje em Minas Gerais, vítima de um câncer.

A luta contra o regime militar sanguinário lhe rendeu a expulsão da Faculdade de Medicina de Minas Gerais, em 1968, um período de militância na clandestinidade e uma prisão em Minas Gerais num período de intensa luta sindical dos metalúrgicos mineiros. Foi preso junto com sua companheira Loreta Valadares e barbaramente torturado.

Após sair da prisão foi obrigado a se exilar na Europa, onde continuou sua atividade revolucionária morando na Suécia, onde concluiu o curso de Medicina. Voltou ao Brasil com a conquista da anistia pelo movimento democrático contra a ditadura fascista.

Atuando na Bahia, foi então eleito para o Comitê Estadual do PCdoB em 1980 e passou a exercer um conjunto de tarefas no movimento sindical dos médicos e dos trabalhadores metalúrgicos de Camaçari e dos bancários do estado.

Exerceu ainda importantes funções públicas como secretário do Meio Ambiente e Defesa Civil em Salvador, entre outras responsabilidades.
Como ele mesmo dizia: "Meu passado é hoje, meu presente, caminho para o futuro". Nos despedimos de sua contribuição desejando toda a solidariedade que ele nos ensinou aos familiares e amigos que deixou.

Carlos Valadares, presente!
Luciana Santos
Presidenta Nacional do Partido Comunista do Brasil