Prosa@Poesia

Contrabando

Oswald de Andrade Publicado em 10.12.2014

Contrabando

 

Os alfandegueiros de Santos

Examinaram minhas malas

Minhas roupas

Mas se esqueceram de ver

Que eu trazia no coração

Uma saudade feliz

de Paris.

 

Oswald de Andrade - caderno de poesia do aluno Oswald (poesias reunidas)