Prosa@Poesia

ALARME FALSO

Alexandre Pilati Publicado em 21.10.2008

*

AVISEM AS FORÇAS ARMADAS!
ACORDEM O PADRE E O PORTEIRO!
ALERTEM AS TROPAS DE TAREFAS ESPECIAIS!
MOBILIZEM OS TELEFONES FIXOS
DA MÃE, DA SOGRA, DOS BOMBEIROS E DO CORONEL!
DESPERTEM O MOTORISTA DA AMBULÂNCIA!

DEIXEM DE SOBREAVISO A POLÍCIA FEDERAL!

HOUVE ALGO EXTRAORDINÁRIO!

É UM ESCÂNDALO:
O POETA ESTÁ FAZENDO AMOR!

É UM CRIME TENEBROSO!
O POETA ESTÁ FAZENDO AMOR!

ELE NÃO ESTÁ LENDO PROUST,
ELE NÃO ESTÁ LAVANDO A LOUÇA,
ELE NÃO ESTÁ CRITICANDO O GOVERNO,
ELE NÃO ESTÁ SANGRANDO O CREDICARD!

TELEFONEM PRO XERIFE,
PRO MOÇO SÉRIO DA TELEVISÃO!
PUBLIQUEM UM AVISO BEM VERMELHO,
NUM POP-UP DA INTERNET!

NÃO FOI SANGUE,
NÃO FOI DOR!
O POETA ESTÁ FAZENDO AMOR!

NESSE TEMPO DE MORTE,
É MUITA OUSADIA!
NESSE TEMPO DE TRAIÇÃO,
É MUITA FALTA DE CONSIDERAÇÃO!
NESSE TEMPO EM QUE A TORTURA
ESTÁ ENTERRADA NOS OLHOS DO VELHOS
É CHOCANTE DEMAIS!
NESSE TEMPO DE INVEJA,
É INADEQUADO PARA MENORES DE 18 ANOS!

O POETA ESTÁ FAZENDO AMOR!
ESTÁ ABRAÇANDO AS ESTRELAS,
ESTÁ GOZANDO NAS NUVENS,
ESTÁ MORRENDO DE PRAZER!

OU CHAMEM O CHEFE DA GANGUE,
OU COMPREM UM AR-15,
É PRECISO MATAR O POETA!

O POETA ESTÁ FAZENDO AMOR!