O que você está procurando?
Mulheres
Mulheres em Destaque

Comunistas do Brasil e a questão da mulher – parte 5

Durante a 7ª Conferência Nacional do Partido, 1978/1979, uma viragem qualitativa ocorre no trabalho dos comunistas sobre a questão da mulher. Pelo Brasil inteiro, fundam-se uniões populares de mulheres, com as comunistas à frente, com a diretiva de construir

Comunistas do Brasil e a questão da mulher – parte 4

Na madrugada do dia 1º de abril de 1964, um golpe de Estado operado pelos militares — financiado pelos EUA e conclamado pelos grandes meios de comunicação de massa — pôs fim ao governo progressista do presidente João Goulart

Comunistas do Brasil e a questão da mulher – parte 3

Nas grandes mobilizações operárias que sacudiriam o país, no final da década de 1940 e início de 1950, as mulheres comunistas tiveram uma grande participação. Na greve dos 300 mil que parou a capital paulista em 1953 – e

Comunistas do Brasil e a questão da mulher (1922-1960) – parte 2

As mulheres, obviamente, não foram poupadas: foram presas em massa, espremidas em celas insalubres, muitas foram torturadas e deportadas, como é o caso de Elise Berger — barbaramente torturada e expulsa do país — e Olga Benario, militante comunista

Maria Rita Kehl: Marx feminista?

Exato: Marx, feminista. A opressão sexual das mulheres, no grande século burguês, não poderia passar despercebida à sensibilidade libertária do inventor do socialismo científico. Nem que fosse por acaso: é o que revela este pequeno livro que contém o

Comunistas do Brasil e a questão da mulher – parte 1

Mesmo diante desse turbilhão de celebrações, faz-se necessário refletir, à luz da aproximação do centenário do partido: afinal, quais foram as contribuições do PC do Brasil à luta das mulheres brasileiras ao longo de sua história? Sem pretender esgotar

A luta pelo empoderamento da mulher**

A partir dessa constatação é legitimo concluir que a completa emancipação das mulheres só será possível com uma nova sociedade, que seja livre das amarras de um sistema cuja essência é a exploração, o individualismo, a falta de solidariedade, a violência contra o