Prosa@Poesia

Susana 3 (Inventário)

Gerardo Mello Mourão Publicado em 20.08.2012

 Susana  3 (Inventário)    

 
 
José herdou as terras 
João os rios 
com seus navios 
no Amazonas no São Francisco no Parnaíba 
Francisco herdou o engenho 
a cana caiana 
Manuel herdou os patacões de ouro 
Antônio herdou as fazendas de bois 
e Pedro a casa-grande 
escada de mármore 
jacarandás lavrados 
outros herdaram os cavalos 
arreios estribos de prata 
e até Miguel herdou 
a cartola a casaca 
o relógio e a corrente 
de ouro. 

Naquele tempo havia amantes francesas e alguém 
herdou Jacqueline 
e alguém 
as pistolas de coldre e madrepérola 
e o punhal na bainha de vaqueta. 
Eu não herdei nada 
fugi para a Cidade de Susa 
e raptei 
à beira da fonte 
uma
Susana. 
 
As terras arderam os rios secaram os navios 
afundaram 
os patacões? — derreteram — 
a escada caiu, jacarandás se quebraram 
os cavalos morreram 
rasgou-se a casaca, poiu-se a cartola 
parou o relógio sumiu a corrente 
e a pistola e punhal morreu Jacqueline num 
cabaret de Crateús 
O tempo comeu tudo 
Restou a eternidade
teus olhos tua boca 
herança  minha 
Susana.              

 

Gerardo Mello Mourão - Sasana 3 ( Elegia e inventário)