Em entrevista exclusiva, o professor Amir Khair, especialista em finanças públicas, avalia que a “’Desordem no mercado financeiro é contra o homem’” e defende a queda de juros como um dos fatores mais importantes para o crescimento do país.

Em seu artigo para esta edição, Renildo Souza, professor de economia da UFBA, também defende a queda de juros e esclarece  os meandros do mercado financeiro e do próprio sistema capitalista. Ambos abordam as necessárias ações do governo para o desenvolvimento nacional.
A contenção do processo de desindustrialização e a necessidade do Brasil estabelecer uma macroeconomia de reindustrialização como medida de enfretamento à crise capitalista internacional é defendida em artigo conjunto dos economistas Luiz Gonzaga Belluzzo e Júlio Sérgio G. Almeida.
A retomada da industrialização também é o tema do artigo escrito por Dilermando Toni e A. Sérgio Barroso, colaboradores de Princípios.
Luiz Aubert Neto, presidente da Abimaq, contribui para o debate deste assunto no artigo “Desindustrialização, os números não mentem!”.
Já nos artigos escritos por duas importantes lideranças sindicais, Wagner Gomes (presidente da CTB) e Miguel Eduardo Torres (presidente em exercício da Força Sindical) o enfoque é a defesa da classe trabalhadora brasileira no novo projeto nacional de desenvolvimento com justiça social.
A questão do papel do Estado na retomada do crescimento brasileiro é um dos pontos em destaque no artigo de Luciana Santos, intitulado “A crise financeira mundial e seus reflexos no Brasil”.
Tiago Nery contribui para esta edição com o artigo “O significado e os desafios do novo desenvolvimentismo”, no qual aborda o conceito do novo desenvolvimentismo na defesa de um Estado e um mercado fortes, sem contradições.
O professor do Instituto Federal da Bahia e superintendente de Planejamento e Pesquisa da ANP, Elias Ramos de Souza, trata do “Desenvolvimento e nacionalização de tecnologias para a indústria de petróleo e gás natural”.
Aldo Arantes, presidente do Instituto Nacional de Defesa do Meio Ambiente avalia os resultados da Rio+20 no artigo “Rio+20: Economia verde vs. desenvolvimento sustentável”. A Cúpula dos Povos, evento que ocorreu paralelamente à Rio+20 é avaliada em entrevista de Lúcia Stumpf , secretária Nacional de Movimentos Sociais do PCdoB.
Liège Rocha, secretária Nacional de Mulheres do PCdoB, e o jornalista Osvaldo Bertolino, tratam da 2ª Conferência do PCdoB sobre a emancipação da mulher. Em seus artigos, destacam a grande mobilização para a conferência e o crescente amadurecimento partidário nas questões relativas à luta pela emancipação feminina.
A jornalista Joanne Mota relata em reportagem para a revista os debates mais importantes do Encontro Nacional de Cultura do PCdoB, ocorrido em junho.
Outro evento importante, o Seminário Política de Defesa e Projeto Nacional de Desenvolvimento — promovido pelas fundações de PT, PCdoB, PDT e PSB— é reratado em matéria assinada pelos jornalistas Cláudio Gonzalez e Osvaldo Bertolino.
Na pauta histórico-literária, Joan Edesson de Oliveira escreve sobre a obra e vida de “Capistrano de Abreu, um vaqueiro das ideias em busca de uma história sertaneja”. Joan destaca a importância desse historiador que inovou ao trazer o povo e a civilização do sertão para a historiografia brasileira.
A pauta internacional tem como destaque os artigos dos comunistas argentinos Jorge Drkos e Adriana Puiggrós, que abordam a iniciativa do governo da presidenta Cristina Kirchner em reestatizar empresas petrolíferas argentinas que estavam sob controle de empresas estrangeiras. 
Princípios 119 traz a Declaração final do 18º Encontro do Foro de São Paulo, esse importante encontro de representantes de partidos políticos e de organizações não governamentais de esquerda da América Latina e Caribe.
Nos artigos de Jorge Drkos, “Com muito orgulho a YFP, é nacional”, e Adriana Puiggrós, em “Nosso petróleo, nosso futuro” temos a luta pela reestatização das empresas argentinas tomadas como bandeira pela presidenta Cristina Kirchner. 
Ao final da revista você tem a resenha do livro “Trabalhadoras da FAET: condições de trabalho e sobrecarga doméstica”, de Ana Rocha, um lançamento da editora Anita Garibaldi.
———–
Para adquirir a revista, entre em contato com a Editora Anita Garibaldi
Rua Amaral Gurgel, 447 – conjunto 31 – Vila Buarque – CEP 01221-001 – São Paulo/SP – Telefone/Fax: (11) 3129.3438
ed[email protected]
http://www.anitagaribaldi.com.br