O poço, informalmente conhecido como NW1, está localizado no pré-sal da Bacia de Santos, a cerca de 170 km da costa do estado do Rio de Janeiro e a aproximadamente 4 km a Sudeste do poço descobridor, o 2-ANP-2A-RJS.

O intervalo portador de petróleo foi constatado por meio de perfis e amostras de fluido, que serão posteriormente caracterizadas por análise de laboratório. O poço ainda está sendo perfurado, a uma profundidade de 5.326 metros, e a perfuração prosseguirá até 5.850 metros.

O consórcio dará continuidade às operações para concluir o projeto de perfuração do poço até a profundidade prevista e verificar a extensão da nova descoberta, além de caracterizar as condições dos reservatórios encontrados.

O consórcio de Libra é formado pela Petrobras (operadora, com 40%), Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e CNOOC Ltda. (10%), tendo como gestora do contrato a Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA). Libra foi a primeira área leiloada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sob o regime de partilha de produção.