Fundação Mauricio Grabois (FMG) lança os livros “Festa de pão e rosas: 100 anos de lutas e poesia” e “Arte, política cultural e cidadania” no dia 27 de janeiro na Bahia.

A cidade de Salvador, na Bahia, receberá no próximo dia 27 de janeiro, sexta-feira, o lançamento de dois livros editados pela Fundação Mauricio Grabois.

O lançamento contará com poesia, música e dança e acontecerá na Biblioteca Central dos Barris, na Rua Gen. Labatut, no 27, das 17 às 21h.

Festa de pão e rosas: 100 anos de lutas e poesia

Clique aqui para comprar

Este livro apresenta 100 obras selecionadas por ocasião das homenagens aos 100 anos de lutas e amor à vida do PCdoB, fundado em 1922. Realça sua sensibilidade às artes como amálgama das identidades e essência da nossa gente. Celebra a militância literária consequente com a construção de um novo mundo de solidariedade e afeto entre poetas defensores da verdade e amantes do respeito às liberdades e justiça semeada a todos(as), em especial, aos despossuídos e aos que vendem seu labor em troca da sobrevivência digna, nesta e noutras pátrias. Distribuído para mais de 100 países, esta iniciativa editorial internacionalista reúne obras de Portugal, França, Colômbia, Itália, Bélgica, Albânia, Cuba, México e das mais diversas partes do Brasil.

Arte, política cultural e cidadania

Clique aqui para comprar.

Este livro tem uma história repleta de idas e vindas. Levou algo mais de quatro ano entre os primeiros rascunhos até a impressão. Nasceu da necessidade de sistematizar experiências, e estudos esparsos, de vários de seus autores e autoras. Concebido como coletânea de textos publicados entre 2002 e 2018 na revista Princípios, da Editora Anita, acabaram por somar-se ao conteúdo contribuições inéditas de períodos posteriores, até o presente ano de 2021. O livro expressa vividamente a diversidade de abordagens da militância político-cultural no nosso País, refletindo uma gama de temas. Reportagens, entrevistas, artigos conceituais, entre outros, põem foco nas linguagens artísticas da identidade nacional;  gestão pública; a cultura comunitária; a paisagem e o desenho urbano;  a indústria cultural e, ainda, a mídia digital e suas perspectivas.

Os textos  constituem uma seleção eclética, quanto a variedade, e de fácil compreensão. O  critério preponderante para a escolha foi a qualidade da informação, a representatividade da temática, e o ambiente no qual o autor, ou autora, atua. O livro é consequência, claro, da ação militante e da reflexão sobre a matéria prima que compõe o centro da atenção do organizador, Javier Alfaya: a relação entre ação cultural, gestão pública, movimentos socioculturais, e as discussões teóricas  nos terrenos da criação,  e disputa de ideias, saberes, estéticas e processos culturais e artísticos,  sejam eles tradicionais ou inovadores.

“Arte, política cultural e cidadania” é uma obra destinada a públicos diversos, com a pretensão de ser útil ao esforço coletivo, em busca de soluções duradouras democráticas para a sociedade brasileira, e outras tantas paragens, próximas ou distantes. A intenção é que o conteúdo aqui disponibilizado estimule, e traga frutos, a fazedores e fazedoras de cultura, em todas as vertentes, e também à militância, no embate que vem sendo brutal nestes tempos de retrocesso na gestão pública a partir do governo federal, promotor da agressividade de conceitos e práticas que atentam diretamente contra os valores democráticos, a liberdade de expressão, a criatividade, freando a construção do Brasil como nação avançada nas ciências, rica de democracia , justa socialmente, e poderosa no campo das artes e da cultura.

NOITE DE AUTÓGRAFOS COM POESIA, MÚSICA & DANÇA:

Livros:

Festa de Pão e Rosas: 100 Anos de Lutas e Poesia (FMG-CEALA)

Arte, Política Cultural e Cidadania (Org. Javier Alfaya). Fundação Maurício Grabois e Editora Anita Garibaldi.

QUANDO:

Dia 27 de janeiro (sexta-feira), das 17 às 21h.

ONDE:

BIBLIOTECA CENTRAL DOS BARRIS.

Rua Gen. Labatut, no 27. Salvador, BA, 40070-100.