Entre 23 e 28 de janeiro, na cidade de Porto Alegre (RS), ocorre a edição 2023 do Fórum Social Mundial.

Por iniciativa da Fundação Mauricio Grabois e de dezenas de outras entidades parceiras serão realizadas as mesas de debates A LUTA DOS POVOS NO CONTEXTO DO NASCIMENTO DE UM MUNDO MULTIPOLAR e O NOVO BRASIL QUE QUEREMOS CONSTRUIR.

O debate A LUTA DOS POVOS NO CONTEXTO DO NASCIMENTO DE UM MUNDO MULTIPOLAR tratará das profundas alterações que estão ocorrendo na geopolítica mundial, em que se observa um acentuado declínio dos EUA e de seus aliados europeus frente ao desenvolvimento extremamente rápido da China socialista – nação emergente que já se tornou a economia mais dinâmica do mundo – e a uma Rússia renascida, que voltou a ser uma potência energética, tecnológica e militar, além de outros polos de poder que vêm surgindo, principalmente na Eurásia.

O “ocidente” das potências coloniais do passado e das potências neocoloniais do presente, acostumado a impor “a ferro e fogo” os seus interesses às demais nações – bombardeando, invadindo e ocupando –, não aceita abrir mão do domínio mundial e busca impedir o surgimento de um mundo multipolar, no qual todas as nações poderão ter protagonismo, com base na ONU e no respeito ao Direito Internacional.

A gestação desse mundo multipolar tem uma importância estratégica para a África anticolonial – o continente mais violentado e oprimido pelo velho colonialismo e pelo neocolonialismo dos dias de hoje e possuidor de enormes riquezas naturais e culturais –, assim como para a Ásia e a América Latina. Mas também para os trabalhadores de todo o mundo, inclusive dos países imperialistas, pois nunca será livre um povo que oprime a outros povos.

Para “deter a roda da história”, o “ocidente” estimula o neofascismo, é conivente com o racismo e a xenofobia, impõe sanções financeiras, realiza bloqueios econômicos ilegais, deflagra agressões militares diretas ou por “procuração” e coloca o mundo à beira de uma Terceira Guerra Mundial, o que pode levar a uma hecatombe nuclear.

A LUTA PELO MULTILATERALISMO E CONTRA O UNILATERALISMO É O CONTEÚDO PRINCIPAL DA LUTA ANTI-IMPERIALISTA NOS DIAS DE HOJE!

Como se dá a luta dos povos de todo o mundo neste contexto?

Como a vitória de Lula no Brasil, a ampliação do BRICS e a unidade dos povos latino-americanos podem contribuir para o avanço do multilateralismo no mundo?

Qual a repercussão da aliança Sino-Russa, anunciada em fevereiro de 2022, para o surgimento de um mundo multipolar?

De que forma um mundo multipolar favorece o desenvolvimento de projetos nacionais autônomos?

Qual a importância da luta pela Paz nos dias de hoje?

São algumas das tantas questões que este debate quer responder!

FÓRUM SOCIAL MUNDIAL 2023 – 23 a 28 de janeiro de 2023 – Porto Alegre/RS

23.01.23, 19:00 – Auditório Dante Barone – Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul

A LUTA DOS POVOS NO CONTEXTO DO NASCIMENTO DE UM MUNDO MULTIPOLAR

PALESTRANTES

Ex-Governador Tarso Genro

Ex-Presidenta do Conselho Mundial da Paz Socorro Gomes

Presidente da FMG-RS e Diretor Nacional do CEBRAPAZ Raul Carrion

Representante da Palestina Marian Mariam Barghouti –

Representante da China – vídeo com legendas em português

Representante da Rússia – vídeo com legendas em português

Representante da África (Cabo Verde) Maria Ressurreição Graça – vídeo

Presidente das Rainhas Mãe da Ass. Mundial Naziafah (Benin) Mianon Todegla – vídeo

Ex Chanceler Celso Amorim

Vice-Presidenta da Colômbia Francia Marquez – vídeo

MODERADORAS

Vereadora de Porto Alegre e Deputada Estadual eleita Laura Sito

Vereadora de Porto Alegre e Deputada Estadual eleita Bruna Rodrigues

O NOVO BRASIL QUE QUEREMOS CONSTRUIR

24.01.23, 19:00 – Auditório Dante Barone – Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul 

PALESTRANTES

Representante do Conselho Internacional do FSM Oded Grajew

PT: Deputada Federal e Presidenta Nacional Gleisi Hoffmann

PDT: Deputada Estadual Juliana Brizola

PSOL Deputada Estadual Luciana Genro

PCdoB: Presidente Estadual e ex-Deputado Juliano Roso

PSB: Mario Bruck

REDE: a definir

MODERADORAS

Vereadora de Porto Alegre e Deputada Federal eleita Daiana Santos

Suplente de Senadora e Deputada Federal eleita Reginete Bispo

INTERVENÇÕES ESPECIAIS DOS MOVIMENTOS SOCIAIS

Centrais Sindicais

Trabalhadores Sem Terra

Movimento Comunitário

Movimento Estudantil

Movimento de Mulheres

Movimento Negro

Movimento Indígena

Movimento LGBT+

Movimento Pop Rua

Movimento de Refugiados

ENTIDADES PROMOTORAS:

CENTRO BRASILEIRO SOLIDARIEDADE AOS POVOS E LUTA PELA PAZ (CEBRAPAZ)

CONSELHO MUNDIAL DA PAZ (CMP)

FUNDAÇÃO MAURÍCIO GRABOIS (FMG)

FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO (FPA)

FUNDAÇÃO JOÃO MANGABEIRA (FJM)

INSTITUTO NOVOS PARADIGMAS (INP)

INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DO RIO GRANDE DO SUL (IHGRGS)

SOCIEDADE DE ECONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL (SOCECON-RS)

SINDICATO DOS ECONOMISTAS DO RIO GRANDE DO SUL (SINDECON-RS)

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E MEMÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL (CDM-RS)

ASSOCIAÇÃO DE AMIZADE BRASIL-VIETNÃ (ABRAVIET)

FEDERAÇÃO ÁRABE PALESTINA DO BRASIL (FEPAL)

ASSOCIAÇÃO CULTURAL JOSÉ MARTI DO RIO GRANDE DO SUL (ACJM-RS)

ADVOGADOS E ADVOGADAS PELA DEMOCRACIA, CIDADANIA E JUSTIÇA (ADJC)

CENTRAL DE TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL (CTB)

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES (CUT)

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES SEM TERRA (MST)

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE ASSOCIAÇÕES DE MORADORES (CONAM)

UNIÃO NACIONAL DE ESTUDANTES (UNE)

UNIÃO BRASILEIRA DE ESTUDANTES SECUNDARISTAS (UBES)

UNIÃO GAÚCHA DE ESTUDANTES (UGES)

UNIÃO DA JUVENTUDE SOCIALISTA (UJS)

JUVENTUDE PÁTRIA LIVRE (JPL)

MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES (MMM)

UNIÃO BRASILEIRA DE MULHERES (UBM)

UNIÃO DE NEGROS PELA IGUALDADE (UNEGRO)

MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO (MNU)

UNIÃO NACIONAL LGBT+ (UNA-LGBT+)

CENTRO DE PROFESSORES DO RIO GRANDE DO SUL (CPERS)

ESCOLA TRABALHO E PENSAMENTO CRÍTICO (ETPC)

ASSOC. VIDA E JUSTIÇA EM APOIO E DEFESA DOS DIREITOS DAS VÍTIMAS DA COVID-19 (V&J)