O que você está procurando?

FMG lamenta perda da professora Selma de Oliveira 

28 de agosto de 2023

Selma Suely Baçal de Oliveira era professora da UFAM e militante do PCdoB

Fonte: PCdoB

Faleceu neste sábado (26), a professora Selma Suely Baçal de Oliveira, importante militante do PCdoB no Amazonas e na área acadêmica, com atuação na Universidade Federal do Amazonas, onde lecionou e foi pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa nos últimos seis anos. 

Em nota, o PCdoB-AM lembra que Selma “foi um quadro destacado” do partido e iniciou sua militância na adolescência, quando fez parte do Centro Cívico da Escola Técnica Federal. “Cumpriu papel crucial na construção do Movimento Estudantil Secundarista no Amazonas, foi a primeira mulher a presidir a União dos Estudantes Secundaristas do Amazonas (UESA) conquistando o direito à meia-passagem em plena Ditadura Militar”, continua.  

Pelas redes sociais, diversas manifestações lembraram a trajetória da professora, nascida em 29 de março de 1964. Por meio de nota, a Ufam destacou: “Neste momento de luto, a administração superior, a comunidade acadêmica da Faced e, sobretudo, os amigos docentes e técnico- administrativos se solidarizam à família e agradecem o importante trabalho desenvolvido pela profissional, como pesquisadora, gestora e militante defensora da educação de qualidade”. 

A Associação dos Docentes da Ufam (Adua) salientou que  a docente “dedicou-se incansavelmente ao ensino e à pesquisa. Sua contribuição inestimável ao campo educacional e ao desenvolvimento do estado do Amazonas deixa um legado que perdurará nas gerações presentes e futuras. Além de seu compromisso com a excelência acadêmica, é importante destacar que a Dra. Selma Baçal também era filiada à ADUA, demonstrando seu comprometimento com a valorização dos docentes e com o fortalecimento da educação superior”. 

“Selma foi presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) nos anos 80, entre 85 e 86, exatamente na transição da ditadura militar para a Nova República. Combativa, dona de um discurso poderoso, era uma líder estudantil admirável, com quem tive oportunidade de dialogar por diversas vezes naquela época e depois, em outras tantas atividade no PCdoB”, lembrou Altair Freitas, diretor da Escola João Amazonas.

O Portal da Fundação Mauricio Grabois reproduz abaixo as notas publicadas pelo PROIFES, pela UFAM e pelo PCdoB Amazonas:

PROIFES: Nota de pesar – Selma Suely Baçal de Oliveira

O PROIFES-Federação informa com pesar o falecimento da professora Drª Selma Suely Baçal de Oliveira, professora titular da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Selma foi uma das fundadoras do Fórum de Professores de IFES, que deu origem ao atual SindProifes.

A professora sempre foi atuante nos movimentos sociais e de docentes em defesa de uma educação pública e de qualidade para todos. Foi líder estudantil, militante partidária (PcdoB), professora universitária, diretora da Faculdade de Educação e atualmente ocupava a função do pró-reitora de Pesquisa da UFAM.

Durante toda sua trajetória acadêmica, suas pesquisas se voltaram para os temas relacionados a Estado, Sociedade e Educação, com ênfase em Políticas Públicas, Trabalho e Relação Público/Privado em Educação.Autora de quatro livros e diversos artigos em periódicos, esteve na liderança do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Políticas Públicas e Educação, certificado pelo CNPq.

Neste momento de pesar, o PROIFES-Federação se solidariza com todos os familiares, amigos e comunidade acadêmica.

PROIFES-Federação

Nota de pesar do PCdoB Amazonas

O Partido Comunista do Brasil lamenta a morte prematura da Profª Dra. Selma Suely Baçal de Oliveira, destaca militante do Partido.

Selma Baçal iniciou sua militância na adolescência quando fez parte do Centro Cívico da Escola Técnica Federal. Cumpriu papel crucial na construção do Movimento Estudantil Secundarista no Amazonas, foi a primeira mulher a presidir a União dos Estudantes Secundaristas do Amazonas (UESA) conquistando o direito à meia-passagem em plena Ditadura Militar.  

Em meados da década de 1980, Selma Baçal, foi presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) em um momento de reconstrução democrática do país, Selma participou do primeiro programa do PCdoB na legalidade. 

Profª Selma foi um quadro destacado do PCdoB no Amazonas com atuação na Universidade Federal do Amazonas onde ela lecionou, foi Pró-reitora de Pós-graduação e Pesquisa da Universidade nos últimos  seis anos. 

O PCdoB expressa seus mais profundos sentimentos. 

Selma Baçal presente! Agora e Sempre!

Partido Comunista do Brasil – PCdoB Amazonas

Nota de pesar da UFAM: pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, profa. Dra Selma Suely Baçal de Oliveira

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) comunica, com grande pesar, o falecimento da professora Selma Suely Baçal de Oliveira neste sábado, 26 de agosto de 2023. A professora ingressou na Ufam como docente da Faculdade de Educação (Faced) e esteve à frente da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduiação (Propesp) por duas gestões: na da ex-reitora Márcia Perales, entre 2009 e 2013 e nas duas gestões do atual reitor, professor Sylvio Puga, de 2017 até este ano, 2023.
Neste momento de luto, a Administração Superior, a comunidade acadêmica da Faced e, sobretudo, os amigos docentes e técnico- administrativos se solidarizam à família e agradecem o importante trabalho desenvolvido pela profissional, como pesquisadora, gestora e militante defensora da educação de qualidade.

Administração Superior manifesta pesar

O reitor, prof. Sylvio Puga e a vice-reitora, profa. Teca Fraxe, manifestaram seu pesar, e destacaram a atuação da profa. Selma Bacal em toda  sua trajetória na Ufam, e nos últimos seis anos, à frente da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, com inúmeros avanços para a Instituição.

Trajetória acadêmica

A professora Selma Baçal ascendeu à professora titular da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e era Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq. Nasceu no estado do Amazonas, no Município de Manaus, em 2002 recebeu o título de Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Suas pesquisas se voltaram para os temas relacionados a Estado, Sociedade e Educação, com ênfase em Políticas Públicas, Trabalho e Relação Público/Privado em Educação.
Autora de quatro livros e diversos artigos em periódicos e esteve na liderança do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Políticas Públicas e Educação, certificado pelo CNPq. Exerceu o cargo de Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da Ufam. Esteve, em 2020, como Academic Visitor na University of Oxford, desenvolvendo pesquisa junto ao Latin American Centre sobre o “Retorno às Aulas na Educação Básica no Amazonas/Brasil e os Impactos da Pandemia da Covid-19”.
A professora Selma graduou-se em Pedagogia pela Ufam (1991), concluiu o mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo, em 1997. Atuou no curso de Licenciatura em Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação da Ufam, em que orientou discentes de mestrado e doutorado. Foi Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Ufam (2008/2009). Foi eleita Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Ufam, cumprindo mandato de Julho/2009 a Junho/2013. Exerceu a Direção da Faculdade de Educação da UFAM entre 2014 e 2017. Desenvolveu estudos, também, nos temas: Financiamento e Administração da Educação Pública; Sociologia do Trabalho; Qualificação Profissional; Novas Tecnologias, Formação para o Trabalho e Qualificação dos Trabalhadores.

Tags