O que você está procurando?

Colunas

Um encontro com o vice-presidente chinês

Estive na China pela quarta vez em menos de dez anos. Desde 2004, minhas visitas sempre estiveram voltadas à consecução de pesquisas de mestrado e doutorado. Esta última ocorreu, entre os dias 20 a 31/05, a convite do Partido

O Brasil, a China e as commodities
O Brasil, a China e as commodities

Trata-se de uma realidade que muitos insistem em observar de forma ideologizada e tacanha. Exemplo disto foi a discussão em torno do novo Código Florestal onde, de forma maniqueísta, plantou-se uma separação de um lado entre os defensores do

Planejamento, financiamento e transporte público
Planejamento, financiamento e transporte público

No momento não se trata de se fazer uma apreciação crítica do que ocorreu no passado. O que ocorreu no passado deve ser absorvido e entendido de forma que consigamos extrair lições e perceber que no bojo deste passado

De Cromwell, Gorbachev e abertura da conta de capitais

  “Mentiras convencionais” travestidas de “bom senso econômico” é algo mais comum do que imaginamos. Vira e mexe aparece um “especialista” para vaticinar as ditas (não) verdades convencionais sobre a China: “Cresce porque acumulou poupança interna” (sic), “a inflação

O direito à existência da Coreia Popular
O direito à existência da Coreia Popular

O mote midiático é demonstrar que a República Democrática e Popular da Coreia é uma anomalia internacional. Uma verdadeira entidade “maléfica”, pronta a invadir o seu vizinho do Sul e se possível se aliar e promover o terrorismo internacional.

As cidades e a “anatomia do macaco”

A aproximação das eleições municipais coloca novamente à tona o debate sobre as cidades e seu futuro. Existe um consenso no diagnóstico para quem as cidades brasileiras vivem uma grande crise de realização; crise esta que se relaciona diretamente com

Sobre a escalada chinesa e seus desafios

A caracterização do “modelo exportador” e ancorado em “vantagens comparativas” em mão-de-obra era o máximo que se vislumbrava nas análises produzidas, sobretudo no centro do sistema capitalista. Porém mudanças significativas ocorridas no último decênio denunciaram a emersão de novos

É o mercado, é o crédito
É o mercado, é o crédito

“É o mercado, o crédito” dizia Lênin. É mais ou menos neste tom que Ignacio Rangel – um marxista-leninista até a medula – colocou em questão a validade teórica das, ainda, duas principais escolas do pensamento econômico brasileiro (monetaristas

Roubini, a China e a reserva de mercado

Fui chamado, virtualmente – e from – Paris, por um dos mais competentes economistas brasileiros da atualidade –, o professor da UERJ, Maurício David. A pauta seria a de um “relatório explosivo” escrito pelo economista Nouriel Roubini sob o