Especiais - Seminário: O Nacional-Desenvolvimentismo e o Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento

Seminário volta no sábado com política externa e defesa como projeto de Nação

Cezar Xavier Publicado em 11.03.2021

Painelistas são Nilson Araújo de Souza, Luís Fernandes, Ronaldo Carmona e Paulo Nogueira Batista Junior

A Fundação Maurício Grabois, por meio de sua Cátedra Cláudio Campos, volta com o Seminário: O Nacional-Desenvolvimentismo e o Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento, neste sábado (13), às 14h, para sua segunda mesa: Política externa independente e defesa nacional. A série de debates ocorre durante 11 mesas até 17 de julho.

O evento é aberto a convidados compostos por membros do Comitê Central e das Comissões Executivas Estaduais do PCdoB, que receberão o link para o webnar. O Seminário segue o planejamento da Fundação para o ano de 2021 e tem por objetivo contribuir para a formulação de um projeto nacional de desenvolvimento e subsidiar a atualização do Programa Socialista do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), aprovado em 2009, no 12º Congresso.

Sob mediação de Ricardo Alemão Abreu, economista e membro do Comitê Central do PCdoB, a mesa de debates será composta pelos convidados Nilson Araújo de Souza (Prof.º do ICAL-UNILA, membro do Comitê Central do PCdoB), Luís Fernandes (Prof.º da UFRJ, ex-presidente da FINEP, ex-secretário executivo do MCT&I, membro do Comitê Central do PCdoB), Ronaldo Carmona (Prof.º da Escola Superior de Guerra), Paulo Nogueira Batista Junior (Economista, ex-diretor executivo do FMI e ex-vice-presidente do Banco do BRICS).

Confira os temas que comporão o escopo de debates no evento:

Inserção do Brasil em um mundo em transição: uma análise sobre as transformações da dinâmica da geopolítica e o lugar do Brasil.

Fortalecimento e defesa da Nação contra a dominação imperialista.

Nascimento da política externa independente no contexto do nacional-desenvolvimentismo.

Política externa independente e união dos interesses nacionais com as reivindicações sociais e ampla participação democrática do povo.

Praticar a política externa independente para garantir a autonomia necessária à criação de condições para o desenvolvimento nacional independente.

Conquistar a independência econômica para garantir o controle nacional sobre a economia nacional.

Aprofundamento e consolidação das parcerias estratégicas em ambiente mundial.

Alternativas para a superação da crise do processo de integração latino-americana.

Significado estratégico dos BRICS e sua consolidação mediante a constituição de suas instituições e estrutura.

Defender nosso território e nossas incomensuráveis riquezas naturais da cobiça internacional: redefinir o papel constitucional das FFAA e dotá-las do treinamento, dos equipamentos e das tropas indispensáveis para dissuadir eventuais tentativas externas de agredir nosso território e se apropriar de nossos recursos naturais.

Reimplantar e desenvolver o complexo industrial de defesa a fim de garantir o aparelhamento adequado das nossas Forças Armadas. 

SERVIÇO:

AGENDA: 13 de março, 14h (Sábado)

TEMA: Política externa independente e defesa nacional (mesa 2)

EVENTO: Seminário: O Nacional-Desenvolvimentismo e o Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento

Conferencistas: Nilson Araújo de Souza (Prof.º do ICAL-UNILA, membro do Comitê Central do PCdoB);
Luís Fernandes (Prof.º da UFRJ, ex-presidente da FINEP, ex-secretário executivo do MCT&I, membro do Comitê Central do PCdoB)
Ronaldo Carmona (Prof.º da Escola Superior de Guerra) 
Paulo Nogueira Batista Junior (Economista, ex-diretor executivo do FMI e ex-vice-presidente do Banco do BRICS)
Mediação: Ricardo Abreu Alemão (Economista e membro do Comitê Central do PCdoB)