Revista marxista mais longeva no Brasil, a Princípios acaba de ser classificada pela CAPES como Qualis A3, um dos estratos mais altos do sistema de qualificação científica do país.

Publicada pela Editora Anita Garibaldi, a revista Princípios nasceu em 1981 sob a coordenação de João Amazonas. Nesses 41 anos de existência, a revista quadrimestral já publicou 165 números.

Em 2020, a Princípios passou por um grande processo de revisão para adequá-la aos critérios de avaliação do sistema Qualis da CAPES. Assim, desde a edição 159 todos os números têm passado pelo chamado peer review, isto é, avaliação dos textos por pares (sistema de dupla avaliação às cegas).

Além disso, a revista passou a usar o sistema Open Journal Systems (OJS), sistema de código livre gratuito para administração e publicação de revistas científicas. Também incorporou o uso do registro DOI — Digital Object Identifier, mecanismo que permite a rápida recuperação de publicações e citações, contribui para difusão ampla dos textos e permite um registro mais simples, completo e integrado em plataformas curriculares como Lattes e Orcid.

O esforço para transformar Princípios em uma grande revista científica marxista reconhecida pelo mundo acadêmico deu certo, como demostra a recente avaliação da CAPES que a classificou como Qualis A3.