Membros da antiga equipe, que trabalhou com Aloísio, e da atual equipe que trabalha com o reitor Carlos Levi, diretores das unidades acadêmicas da UFRJ, chefes de Departamentos das universidades, dirigentes de diversas instituições de ensino e pesquisa do Estado do Rio de Janeiro, ex ministros de diversos governos da república, parlamentares e intelectuais. Todos estiveram presentes na missa encomendada pela família para prestar as homenagem àquele que a presidenta Dilma Rousseff definiu como “um brasileiro que abraçou a educação como grande instrumento de transformação da sociedade e fez do exercício de educar um compromisso de vida, como mostrou seu trabalho à frente da UFRJ” .

Aloísio foi casado com a economista Beatriz Azeredo, que, nos agradecimentos aos presentes, salientou a constante presença de Aloísio na família e sua dedicação e militância por um Brasil mais justo e mais igualitário para o povo brasileiro.

O PCdoB esteve presente na missa, tendo à frente a camarada Ana Rocha (Presidente Estadual do PCdoB no Estado do Rio de Janeiro).

Exemplo impulsionador

Por Ana Rocha*

Com emoção, as pessoas que lotaram a igreja na missa de sétimo dia do Aloísio Teixeira ouviram o pronunciamento de Bia, sua companheira por muitos anos. Ela expressou com a voz embargada o que foi este homem íntegro com a família e com a luta do povo brasileiro por liberdade e justiça social. Sua trajetória democrática, dando continuidade ao legado de seu pai o Brigadeiro Teixeira.

Todos nós, amigos e parentes, ficamos com lágrimas nos olhos e felizes com as palavras de Bia que confirmaram o que todos nós em medidas diferenciadas vivenciamos desse homem lutador, educador de primeira linha, coerente, ético e defensor de um Brasil democrático e desenvolvido.

Mais do que tudo, a certeza de que cada vez mais precisamos de exemplos como o de Aloísio a nos impulsionar na nossa coerência revolucionária, em nossa perspectiva de um mundo melhor .A não perder o rumo diante de tantas contrapressões individualistas, a persistir em nossa humanidade e visão coletiva na busca de nossos elevados ideais.

Acho que todos nós ali presentes saímos mais elevados e fortalecidos na luta por nossos ideais libertários.

Viva o legado de Aloísio Teixeira e de todos lutadores do povo.

*Ana Rocha é presidente estadual do PCdoB-RJ