Boas vindas ao Portal Grabois, conheça nossa marca
O que você está procurando?
A Grécia depois do acordo-ponte no Eurogrupo

Syriza ganha tempo e espaço

Então é verdade, como proclamam as manchetes de muitos jornais, que Atenas cedeu às exigências do Eurogrupo (La Repubblica) e deu o primeiro passo em direção à restauração da política de austeridade (The Guardian)? A acreditar nalguns líderes da

Não, o Syriza não se rendeu

Não, o Syriza não se rendeu

Rendição! Capitulação! Traição! O Syriza ainda nem há um mês chegou ao Governo mas já tem quem lhe escreva os obituários. É claro que alguns na esquerda já os escreveram bem antes das eleições de janeiro. Vejam lá, o

Preparados?

Depois do acordo de dia 20 e das medidas apresentadas hoje pelo governo grego, já é mais fácil desenhar alguns cenários sobre o que se irá passar durante os próximos 4 meses. Poder-se-ia dizer que o próximo combate será

O mastro de Ulisses e as sereias dos nossos tempos

Na noite em que foi anunciado o acordo no Eurogrupo, Paul Krugman apresentou-nos uma adivinha, lembrando Marlon Brando: o que resulta do cruzamento entre um padrinho da Mafia e um bando de ministros das finanças? A resposta dele é

O discurso que Tsipras devia ter feito

A declaração de Tsipras nem sequer chega a ser uma ilusão, é uma combinação de inverdades. Num estilo triunfalista e cruel, Schäuble disse à delegação grega que queria ver como eles iam explicar esta capitulação ao seu povo. A

O que falta no acordo da Grécia são os números

Não há custos inscritos no programa da Grécia, e por isso não há forma de calcular a quantidade de “folga orçamental” que o país ganhou em relação à antiga troika. “Folga orçamental” na crise grega é o termo usado

A goleada sofrida pelo Syriza nas negociações da UE

O Syriza foi derrotado na primeira ronda de negociações. Após um período de provocação divertida, em que ganharam o apoio da esmagadora maioria do povo grego – 80% segundo uma sondagem feita antes do último acordo, publicada no jornal

Ler o acordo grego como deve ser

Na sexta-feira, à medida que chegavam notícias do acordo, a Alemanha proclamou vitória e foi sem surpresa que a maior parte da imprensa aceitou a proclamação. Eles têm altas autoridades para citar e em quem confiar. De Londres, o

Acordo no Eurogrupo abre debate interno no Syriza

“Pela minha parte, peço desculpas ao povo grego porque contribui para esta ilusão”. As palavras de Manolis Glezos, histórico resistente às tropas de ocupação nazi na Grécia e atualmente eurodeputado do Syriza, abriram as hostilidades no campo dos apoiantes