O que você está procurando?
A imprensa a serviço dos monopólios

Porque entrei na guerrilha

POR QUE ENTREI NA GUERRILHA, material até o momento inédito, escrito no calor da luta, no momento mesmo da ação, do enfrentamento político e militar com o inimigo, é um pungente depoimento histórico, a visão do combatente expressa em

A Origem do Universo

A Origem do Universo

Ao abordarmos este tema temos em mente uma questão candente, de importância relevante. Levado pela curiosidade e pela necessidade de conhecer-se e de esclarecer os mistérios que compõem a história do desenvolvimento do Universo, da matéria, da vida e

A literatura brasileira e o seu conteúdo social

O processo de criação literária assume, assim, características próprias específicas, diferentes da produção comum. Adquire, em certo sentido, os foros de autonomia e também influencia o desenvolvimento da sociedade, como um todo. Nada melhor para representar o caráter nacional

A Imprensa e a informação sob o jugo dos monopólios

A imprensa, como empresa capitalista, segue a tendência geral de monopolização da economia, brutalmente acelerada pela política dos generais depois do golpe de 1964. Na televisão o fenômeno é ainda mais acentuado. O próprio sistema de concessão de canais

Fala, Juventude!

Fala, Juventude!

O que acontece quando jovens de diferentes atividades e origens sociais reúnem-se para discutir temas como socialismo, sexualidade, revolução, movimento sindical, droga, pornografia, esporte e religião? A União da Juventude Socialista reuniu metalúrgicos, estudantes, um dirigente sindical do campo

A mulher e a educação

A condição de subalternidade da mulher vem sendo explicada e reproduzida, ao longo dos tempos, sob as mais diferentes formas. As justificativas apresentadas para expor e reforçar esta situação vão desde as razões biológicas – que apontam a condição

O MARXISMO E O REVISIONISMO SOVIÉTICO – CAMINHOS ANTAGÔNICOS

A outra forma de capitulação se materializa na negação da própria validade do movimento marxista-leninista e na defesa da reconciliação com os partidos alinhados com o revisionismo soviético. Esta posição surge, sobretudo, em alguns países onde os revisionistas mantêm

Carta de Engels a Bebel

Carta de Engels a Bebel

A carta de Friedrich Engels endereçada a A. Bebel reveste-se de particular importância para o movimento operário revolucionário. Aborda temas de indiscutível magnitude como a questão das coalizões com partidos ditos de esquerda; a forma de situar a posição

REFLEXÃO VERBAL

REFLEXÃO VERBAL

Ser ou estar ministro já deu muito que falar: dois verbos assemelhados, com aplicações bem distintas. Novamente, vamos ao verbo. Agora, privatizar que, segundo o dicionário, é criação brasileira. Entrou no vocabulário não faz tanto tempo. Mestre Aurélio Buarque