O que você está procurando?
EUA contra os povos
O movimento operário mundial

O movimento operário mundial

Depois de muitos anos, o panorama das forças de esquerda – sobretudo aquelas que lutam pela revolução, pelo comunismo – tem se modificado rapidamente. Três harmoniosos debates as animam: Qual o projeto político a seguir? Quais os modos de

A reforma do Sistema Nacional de Ciência & Tecnologia

Há hoje um intenso debate nos meios acadêmicos e empresariais brasileiros sobre a reforma do sistema nacional de formação de competências científicas e tecnológicas; seu ponto alto ocorreu na Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, ocorrida em Brasília

Apontamentos sobre o proletariado

 O debate em torno do tema proletariado brasileiro, sobre o papel histórico e político bem como sobre as perspectivas dessa classe social, tem enorme importância atual. As discussões são influenciadas pela correlação ainda desfavorável às forças revolucionárias e pelas

Sobre o conceito de proletariado em Marx: situando um debate

Embora o subtítulo deste artigo possa sugerir mapeamento ou estado da arte, advirto, desde já, que não é esta a sua finalidade. Trata-se, mais modestamente, de uma sistematização preliminar de temas, questões e reflexões contidos em um pequeno conjunto

Partido Comunista do Brasil 1935-1943

Durante a ilegalidade da Aliança Nacional Libertadora (ANL), o Partido tornou-se hegemônico na liderança e na organização da Aliança. Mas, mantendo a posição esquerdista, preparou-se para o movimento revolucionário para a tomada do poder; apesar da oposição de alguns

Centro de Lançamentos de Alcântara: patrimônio nacional

Muito se tem discutido sobre as pretensões norte-americanas de “utilizar” a Base de Lançamentos de Alcântara. A política entreguista do governo FHC, revelada mais uma vez nos termos do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas entre Brasil e Estados Unidos, leva

Elementos sobre a crise econômica dos EUA

O crescimento norte-americano da década de 1990 teve início na segunda metade de 92, foi lento até mais ou menos 1995/1996 e, paradoxalmente, começou a se acelerar após as crises mexicana, asiática e brasileira. Em boa medida a economia